Dolgopolov vs Thiago Monteiro com suspeita de resultado combinado





Um jogo entre o ucraniano Alexandr Dolgopolov e o brasileiro Thiago Monteiro tem estado nos holofotes por um motivo muito pouco usual: Uma fortíssima suspeita de manipulação de resultados paira sobre a performance de Dolgo.

Monteiro estava jogando sua oitava partida em quadra dura, e estava mirando seu primeiro triunfo nesta superfície. Alexandr Dolgopolov, o #13 do mundo, vindo de um qualifying em Cincinatti, onde ganhou de Kevin Anderson e foi despacahado por Nick Kyrgios.

As cotações para este jogo abriram na Pinnacle com o ucraniano sendo favorito a 1.36, o que quer dizer uma probabilidade de 73.5% de chance de ganhar a partida, enquanto o brasileiro estava cotado a 3.28, representando 30.5% de chances – não estranhe a soma dar 104%, pois esta é a margem de lucro da casa de apostas.

The graph now...fun and games pic.twitter.com/5KI3I25Wjj

— jimmy soixante-dix (@hotdog6969) August 21, 2017

Tudo parecia normal na abertura dos mercados, com as cotas permanecendo estáticas às 13:00 (Horário do Reino Unido) do Sábado, até o Domingo à tarde, 18:20, quando faltavam duas horas para começar a partida. Daí pra frente o que presenciamos foi uma explosão brutal nas cotações para a vitória de Dolgopolov, chegando a 1.63, sendo que estava em 1.37. Neste ponto a Pinnacle removeu a aposta do site, o que significa que a casa viu algo de muito errado na partida.

 

O Bet365, outro gigante das apostas britânico, continuou oferecendo esta aposta até 7:34 da noite, onde presenciamos a cotação de 2.37 para Dolgo, o que significa chances de vitória de 42.2%, e a Coral – outra casa britânica – ofereceu até 7:39 alcançando 2.50 de cotação, o que queria dizer uma chance de vitória de 40%.

 

A subida não parou por aí, já que o mercado continuou aberto na Betfair. Nós podemos ver que, a 15 minutos do início da partida, os preços praticamente estavam invertidos, mediante a o que vimos na abertura do mercado. Era possível se apostar em Dolgopolov a 3.15 (31.7% de chances de vencer, comparados a suas chances iniciais de 73.5%). Neste ponto estávamos a 15 minutos dos jogadores entrarem em quadra.

Cotações na Betfair 15 minutos antes da partida

Quando a partida iniciou, vários traders esportivos de tênis e apostadores noticiaram os movimentos de mercado extremamente incomuns que cercaram esta partida. Várias casas de apostas resolveram simplesmente não oferecer mercados neste jogo – o que é extremamente anormal para uma partida de ATP realizada em quadra principal.

Ukrainian power in action today : Dolgopolov and Bondarenko having "funny" odds (Bet365 just removed 1st set market and has low ML limits) pic.twitter.com/3HJw8gXFyU

— Stefano Berlincioni (@Carretero77) August 20, 2017

Quando houve uma quebra no quarto game da partida, seguido de uma dupla falta, o Bet365 decidiu que a partida não era confiável e removeu as apostas no primeiro set, além de acabar com os limites para apostas.

Com a partida em andamento, ficou bem claro que seria muito difícil ver Dolgopolov sair vencedor. Monteiro estava com a cotação abaixo de 1.20 para ganhar o primeiro set, e quando ele quebrou Dolgo prematuramente no segundo, a cota foi para 1.07. Aqueles que assistiam à partida ficaram extasiados sem acreditar no que assistiam:

We're possibly witnessing the most obvious match fix of all time.

— Game Set Profit (@GameSetProfit) August 20, 2017

Dolgopolov not hiding this very well at all. Extremely suspicious ground stroke errors, no injury and betting patterns all over the board.

— Fight_Ghost (@Fight_Ghost) August 20, 2017

If the ATP are serious re fixing that should have been Dolgopolov's final match

— jimmy soixante-dix (@hotdog6969) August 20, 2017

Ao fim da partida Dolgopolov não havia criado nenhum risco, sem ameaçar quebrar Monteiro a qualquer momento. Nas duas últimas temporadas, só tivemos duas partidas onde Dolgopolov não chegou a criar nenhuma chance de break point: No Australian open de 2017 e em Wimbledon 2017, ambos contra Roger Federer. Por outro lado, foi a primeira vez na carreira de Monteiro em que ele não enfrentou sequer um break point em quadra dura. Em suas 7 partidas anteriores a nível de ATP neste piso, ele foi quebrado nada menos do que 31 vezes.

 

Agora, é verdade que notamos algo cobrindo o tornozelo de Dolgopolov, o que pode significar algum tipo de lesão. No entanto ele já tinha este curativo na semana passada, e isso não parece ter afetado a sua performance nas quadras. Mesmo considerando este cenário, como seria possível que esta informação tenha chegado ao mercado só duas horas antes da partida, e como o mercado acreditou tão seriamente que esta lesão o faria perder a partida a ponto de inverter as cotações desta forma – de 1.37 para 3.15.

 

Este tipo de fenômeno é sem precedentes, e teria que significar (no melhor dos cenários), que alguém sabia da lesão, e que ela praticamente anularia as chances de Dolgopolov vencer a partida. E esta pessoa só teria descoberto isso duas horas antes do jogo.

 

Um cenário alternativo é que a partida foi arranjada. Seria necessária uma quantidade considerável de dinheiro para balançar as cotações de um grande mercado como a Pinnacle, até chegar ao ponto de que a casa de apostas tirasse o jogo do ar. O fato de que muitas casas de grande reputação terem removido a partida do cardápio de mercados indica que algo muito errado aconteceu – já que estas casas compartilham informações e estudam padrões de apostas. O fato de muitas casas não terem oferecido mercados ao-vivo também reforça esta tese.

 

De fora, é muito difícil indicar o que possa ter havido com precisão. Mas podemos dizer que o que aconteceu com as cotações foi algo altamente suspeito. Existem poucos cenários imagináveis que podem levar a um fenômeno desta magnitude.

 

É importante frisar que não há nenhum indício ou razão para acreditar que Thiago Monteiro tenha qualquer conhecimento sobre este fato durante a partida. Por outro lado, analisando os fatos friamente, é preciso admitir que Dolgopolov precisa responder a algumas perguntas.

 

Nos últimos anos as associações de tenistas têm anunciado várias medidas da Tennis Integrity Unit a fim de combater fraude em partidas. Se estas associações realmente falam sério quando anunciam estas medidas, então este é um caso onde deve haver uma investigação profunda. A TIU diz que não reconhece padrões estranhos de apostas como prova de corrupção, entretanto ignorar este fato só faz cair a credencial deste mecanismo de controle.

 

Com a informação: SportDW


Casas de apostas

188BET

Bônus

R$400

Ganhar
Bumbet

Bônus

R$150

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$500

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
10Bet

Bônus

R$300

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar


  • Tênis

    Palpite no tênis: Masters 1000 de Montreal - Alexander Zverev x Roger Federer